28 outubro 2015

Azul para eles, rosa para elas

Não é propriamente recente, mas apesar de ainda não ter chegado a Portugal, já existe um comprimidinho azul para as senhoras. Só que não é azul, claro, é cor de rosinha. Para que não haja confusões nem trocas.

A realidade é que, apesar de por vezes ser referido como o "viagra feminino", pouco ou nada tem a ver com ele. Quer dizer, o resultado final pretende ser o mesmo, uma bela noite de ramboiada, com certeza. Mas o que se passa para lá chegar difere muito. Primeiro, o viagra tem um mecanismo que se pode considerar orientado (não pelo joystick, mas para ele), enquanto o addyi opera a sua "magia" na maior zona erógena que qualquer mulher possui, o seu cérebro (what else?), com todos os efeitos secundários e riscos que as medicações com efeito central acarretam. Segundo, precisa de ser tomado diariamente e só começa a fazer efeito 4 a 8 semanas depois, e é se fizer. Semanas, não minutos.
"Já fez efeito? E agora, jáaaa? É hoje, mulher?"
"Não, não, querido, só para a semana... do Natal."

Como se tudo isto não fosse já motivo suficiente para franzir o sobrolho ao raio do comprimido rosa, ainda tem a agravante de não poder ser misturado com álcool. Mesmo. A sério. A substância mais eficaz a derrubar problemas de libido (e pessoas também, no caso de ultrapassada a dose terapêutica de um ou dois copos) não pode ser ingerida com este tratamento. Ora, tendo em conta que o etanol actua em poucos minutos ou horas, mais uma vez parece-me que o addyi não é assim tão vantajoso. Aliás, a sua toma implica arriscar tonturas, convulsões, desmaios, náuseas e muitos outros efeitos adversos, potencialmente graves, para uma eficácia estimada de UMA relação sexual satisfatória POR MÊS (seriously???).

A somar ao que já disse, convém notar que esta medicação não é indicada (nem eficaz) para os problemas de libido feminina resultantes de:
- más notícias,
- stress no trabalho,
- parceiros que chamam a mãe de "mãezinha",
- parceiros que dão calinadas na gramática e/ou em diferentes situações sociais,
- parceiros que não conseguem afastar a mão do seu próprio material, quer seja a coçar, afagar ou apenas segurar,
- fraca higiene corporal,
- monocelhas ou outra qualquer manifestação do síndrome Tony Ramos,
- flatulência desmedida,
- flirt constante com outras mulheres, presencial ou online,
- palavrinhas cutxi cutxi e vozinha de bebé nos preliminares ou no decorrer do acto sexual,
- uso excessivo e descontrolado da língua,
- nudez parcial, constituída apenas por um par de meias,
- rotação rápida e repetida de ancas e cintura, em frente ao espelho ou à parceira, em estado de nudez, parcial ou total,
and so on, and so on...

Exposto isto, sou só eu que não vejo utilidade nenhuma a este medicamento?

12 comentários:

  1. Ai, queimem já esse enguiço, antes que algum engraçadinho o meta a correr nas torneiras das casas das mulheres que sabem o que querem (como tu, pelos vistos. You rock, miúda!).
    Desmaios? Enjoos? Para uma... uminha...?
    (Amei a tua lista de turn offs!) :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exacto, uma, uminha só! Alguém que me compreenda ;)
      Deve ser uma das piores relações benefício/risco que já vi em termos de medicamentos.

      (Ahaha, obrigada LB! Foi em tom de brincadeira, mas realmente há muitos problemas de libido originados ou agravados por coisas tão simples como as que figuram ali. O que nos vale é que resolver essas é relativamente fácil e não acarreta os efeitos secundários de um medicamento que altera o humor :)).

      Eliminar
  2. Pois nada sabia, até agora sobre tal comprimidinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só foi aprovado pela FDA em Agosto, e tenho ideia que a agência europeia ainda não o fez... Costumam ser mais exigentes com as questões de segurança, e ainda bem :)

      Eliminar
  3. So, do you want to take the blue pill or the red pill? :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. None. I'm not Neo, I'm Sci :p

      Eliminar
    2. But are you tumbling down the rabbit hole? :P

      Eliminar
    3. Nope. I'm also more Cheshire Cat than Alice :p

      Eliminar
  4. Nessa tua última indicação dos movimentos de anca estas a referir-te à "ventoinha" fálica? Benzanos Deus.

    N O

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aahahahahahaha, isso mesmo! Não conhecia a expressão, mas é tão, tão boa! Até fiquei com dores de barriga de tanto me rir :D

      Eliminar
    2. Inventei no momento :p Não havia maneira de dizer que fosse bonita...

      Realmente ser mulher é a melhor coisa do mundo. Tudo o que abana em nós é sexy.

      Eliminar
    3. Verdade, sim senhora :)

      Eliminar